Quantos já nos visitaram

sábado, 20 de abril de 2013

Seminário - Dança Afro

EVENTO GRATUITO

Acontece no dia 26 de abril de 2013 o 1º Seminário de Fundamentos Para Dança Afro Brasileira no Centro Cultural da Câmara dos Vereadores de Salvador no sub solo do Palácio Tomé de Souza, atual sede administrativa do município. Na oportunidade se farão presentes palestrantes do mais alto gabarito, empenhados em abrir um diálogo serio, responsável e franco com a comunidade de Dança no Estado da Bahia, com o objetivo de contribuir para o avanço das relações de ensino e aprendizagem, sendo elas dentro ou fora das salas de aula.
Ás oito e trinta está previsto o cadastramento dos membros da audiência e em seguida a abertura do evento com a palavra do professor Denilson José tratando da história da dança afro brasileira na contemporaneidade com ênfase na contribuição cultural e artística de mestres em diferentes partes da diáspora africana para este segmento. No segundo momento, o professor Marcos Cesar, publicamente conhecido como Mestre Zambi, discorrerá sobre a capoeira emancipartória no ensino da dança, tema de sua tese de mestrado, recentemente aprovada com louvor pela Universidade Federal da Bahia. Em seguida O professor e escritor Jorge Conceição nos contemplará com a sua fala no sentido da nossa reconstrução amorosa e ancestral através da dança, em uma reconexão ecológica cosmovisionária para encontrarmos o tao da dança afro em um ponto de transe, trânsito nescessário para avançarmos na compreensão das diferentes tonalidades e sonoridades da nossa corpo-oralidade. Ao final do período matutino serão homenageadas Edilene Alves, Lucimar Cerqueira e Anderson Rodrigo, jovens que estão começando a trilhar o caminho do ensino aprendizagem em dança. A idéia é justamente esta homenagear os novos talentos e acolhê-los em nossos seios, entregando em suas mãos a responsabilidade de seguir adiante como um pássaro Sankofa da milenar simbologia Adinkera, oriunda do país de Gana em África. Um pássaro que voa para frente, sem perder o rumo, embora olhando para trás, significando aquele que avança sem perder as suas origens, sem o egocentrismo, extravagância e o exagero a que nos é peculiar, se torna capaz de contribuir no processo de transformação do ser biológico em um ser social, político e integral.
Ás 14:00 se reunem novamente os mentores deste evento para dividir uma aula de dança pública, coletiva e gratuita, onde serão compartilhados saberes e enriquecedoras experîencias. Às 17 horas se dará o encerramento do evento e acolhimento de sugestões e críticas.