Quantos já nos visitaram

terça-feira, 19 de novembro de 2013

JAPER - NOVIDADES NO PLANO DE AÇÃO CONJUNTO BRASIL-ESTADOS UNIDOS NAS POLÍTICAS DA SEPPIR.

Embaixadora dos EUA quer fortalecer parceria com a SEPPIR

Data: 18/11/2013
A representante da diplomacia norte-americana manifestou interesse em agilizar ações em andamento e dar início a novas iniciativas de intercâmbio pela promoção da igualdade racial no Brasil e nos Estados Unidos
Embaixadora dos EUA quer fortalecer parceria com a SEPPIR
Embaixadora americana esteve com a chefa da SEPPIR na última quarta-feira (13/11)

A aprendizagem do inglês será foco de ações implementadas no âmbito da parceria da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial da Presidência da República (SEPPIR-PR) com o governo dos Estados Unidos. Isso porque o idioma é considerado um entrave para estudantes brasileiros inseridos em programas de intercâmbio entre os dois países.

“Precisamos proporcionar cursos que garantam a entrada desses estudantes nos programas de qualificação fora do país, tanto em nível de graduação quanto na pós-graduação”, afirmou a ministra Luiza Bairros (Igualdade Racial), em audiência com a embaixadora dos Estados Unidos, Liliana Ayalde. Acompanhada do ministro Conselheiro, Todd Chapman, e do Conselheiro Político Alexis Ludwig, a representante da diplomacia americana esteve com a chefe da SEPPIR no último dia 13.

Recém-empossada no cargo, Liliana Ayalde demonstrou interesse em fortalecer as ações do Plano de Ação Conjunto Brasil/Estados Unidos para a Promoção da Igualdade Racial e Étnica (JAPER). Assinado em 2008, o Plano está compromissado com a colaboração contínua entre os governos do Brasil e dos Estados Unidos.

O Japer tem como objetivos a eliminação da discriminação racial e étnica e a promoção da igualdade de oportunidades em ambos os países. A Embaixada dos Estados Unidos no Brasil, juntamente com o governo brasileiro através do Ministério das Relações Exteriores - MRE e da SEPPIR-PR, e a BrazilFoundation, são parceiros nesta iniciativa do JAPER.

Liliana Ayalde foi indicada pelo governo dos Estados Unidos para substituir o embaixador, Thomas Shannon. Antes, a embaixadora estava trabalhando como secretária-assistente adjunta de Estado para Cuba, América Central e Caribe, no setor de Hemisfério Ocidental do Departamento de Estado Americano.
Coordenação de Comunicação da SEPPIR
A CONTRIBUIÇÃO DA AMAZÔNIA NO PROCESSO DO JAPER
Prof. CHIQUINHO e Representante do Departamento dos EUA.
Aqui a nossa participação  numa reunião técnica - equipes norte americana e brasileira -, no setor da educação, pelo CNPIR, no Itamarati em 2012, a com participação do embaixador, a época, Thomas Shannon.
Assim, esta notícia veio num momento em que pensávamos que não ia vingar o trabalho iniciado e já avançado,de certa forma, porém com uma lacuna de tempo muito grande, em um silêncio preocupante. Parabéns a Ministra Luíza Bairros e a embaixatriz Liliana Ayalde pela preocupação de retomar esse programa, fundamental, inclusive, para troca de experiências e intercâmbio de práticas políticas que deram e/ou estão dando certo no processo de eliminação da desigualdade racial.

REGISTRO DA PARTICIPAÇÃO DO MEC E CNPIR/SEPPIR Ilma Fátima de Jesus